Consulte abaixo todas as tabelas do Simples Vigentes à partir de 01/2018

  • Tabela do Anexo I    – Comércio
  • Tabela do Anexo II   – Indústria
  • Tabela do Anexo III – Locação de bens móveis, Serviços diversos (instalação de equipamentos, reparos e manutenção, serviços de apoio administrativos, corretagem de imóveis, agencia de turismo, lotéricas, cursos, treinamentos, promoção em vendas, transporte de cargas, etc)
  • Tabela do Anexo IV  – Obras de construção civil, limpeza, vigilância e segurança, advocacia e decoração de interiores
  • Tabela do Anexo V    – Serviços diversos (auditoria, jornalismo, projetos de arquitetura e engenharia, consultoria, publicidade, medicina, odontologia, desenvolvimento e licenciamento de programas, design, entre outros ). Leia abaixo sobre o fator ” r “.

Fator ” r “

Observe que as atividades enquadradas na tabela do anexo V poderão utilizar a tabela do anexo III caso o fator “r” seja superior a 28%, o fator ‘r” é o resultado entre a divisão do valor total da folha de pagamento pelo total da receita bruta dos últimos 12 meses, ou seja o valor total da folha de pagamento de salários e remunerações representar 28% ou mais do faturamento a atividade passe a ser tributada com base na tabela do anexo III.

Anexo I do Simples Nacional – Vigente à partir de 01/2018

Comércio (atividades de revenda de mercadorias)

Tabela vigente à partir de 01/2018.

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.000,004%0
De 180.000,01 a 360.000,007,3%R$ 5.940,00
De 360.000,01 a 720.000,009,5%R$ 13.860,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0010,7%R$ 22.500,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0014,3%R$ 87.300,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0019%R$ 378.000,00

Como aplicar essa tabela ?

Verifique a receita bruta acumulada nos 12 últimos meses, aplique o % correspondente da tabela, sobre esse resultado subtraia a parcela a deduzir correspondente, sobre o resultado apurado multiplique por 100 e aplique sobre o faturamento do mês.

Exemplo prático de como aplicar a tabela do anexo I

Dados aleatórios apenas para exemplificação:

Receita Bruta Total acumulada nos 12 meses anteriores: R$ 200.000,00

Faturamento do mês: R$ 45.000,00

Cálculo:

  1. Verificar em qual faixa de faturamento a empresa se encaixa (neste caso é a 2a. faixa)
  2. Aplique o % da faixa do 2 sobre a receita bruta (R$ 200.000,00 x 7,3% = R$ 14.600,00)
  3. Do resultado encontrado no item anterior, subtraia o valor da parcela à deduzir correspondente (R$ 14.600,00 – R$5.940,00) = R$ 8.660,00
  4. Divida o resultado entrado no item anterior pela receita bruta e multiplique por 100 (R$ 8.660,00 / R$ 200.000,00 = 0,0433 * 100 = 4,33%
  5. Aplique o percentual encontrado no item anterior sobre o faturamento do mês (R$ 45.000,00 x 4,33% = R$ 1.948,50).

Anexo II do Simples Nacional – Vigente à partir de 01/2018

Indústrias ( Venda de produtos)

Anexo II – Indústria

Estão incluídas nesse anexo fábricas/indústrias e empresas industriais.

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.0000,004,5%0
De 180.000,01 a 360.000,007,8%R$ 5.940,00
De 360.000,01 a 720.000,0010%R$ 13.860,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0011,2%R$ 22.500,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0014,7%R$ 85.500,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0030%R$ 720.000,00

Como aplicar essa tabela ?

Verifique a receita bruta acumulada nos 12 últimos meses, aplique o % correspondente da tabela, sobre esse resultado subtraia a parcela a deduzir correspondente, sobre o resultado apurado multiplique por 100 e aplique sobre o faturamento do mês.

Exemplo prático de como aplicar a tabela do anexo II

Dados aleatórios apenas para exemplificação:

Receita Bruta Total acumulada nos 12 meses anteriores: R$ 200.000,00

Faturamento do mês: R$ 45.000,00

Cálculo:

  1. Verificar em qual faixa de faturamento a empresa se encaixa (neste caso é a 2a. faixa)
  2. Aplique o % da faixa do 2 sobre a receita bruta (R$ 200.000,00 x 7,8% = R$ 15.600,00)
  3. Do resultado encontrado no item anterior, subtraia o valor da parcela à deduzir correspondente (R$ 15.600,00 – R$5.940,00) = R$ 9.660,00
  4. Divida o resultado entrado no item anterior pela receita bruta e multiplique por 100 (R$ 9.660,00 / R$ 200.000,00 = 0,0483 * 100 = 4,83%
  5. Aplique o percentual encontrado no item anterior sobre o faturamento do mês (R$ 45.000,00 x 4,83% = R$ 2.173,50).

Anexo III – Serviço

Estão incluídos serviços como: instalação de equipamentos, reparos e manutenção, agências de viagens, lotéricas, corretagem de imóveis, escritórios de contabilidade, serviços de apoio administrativo, promoção em vendas, treinamento, cursos, hospedagem, entre outros. A lista completa do Anexo III está no § 5º-B§ 5º-D e § 5º-F do artigo 18 da Lei Complementar 123).

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.0000,006%0
De 180.000,01 a 360.000,0011,2%R$ 9.360,00
De 360.000,01 a 720.000,0013,5%R$ 17.640,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0016%R$ 35.640,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0021%R$ 125.640,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0033%R$ 648.000,00

Como aplicar essa tabela ?

Verifique a receita bruta acumulada nos 12 últimos meses, aplique o % correspondente da tabela, sobre esse resultado subtraia a parcela a deduzir correspondente, sobre o resultado apurado multiplique por 100 e aplique sobre o faturamento do mês.

Exemplo prático de como aplicar a tabela do anexo III

Dados aleatórios apenas para exemplificação:

Receita Bruta Total acumulada nos 12 meses anteriores: R$ 200.000,00

Faturamento do mês: R$ 45.000,00

Cálculo:

  1. Verificar em qual faixa de faturamento a empresa se encaixa (neste caso é a 2a. faixa)
  2. Aplique o % da faixa do 2 sobre a receita bruta (R$ 200.000,00 x 11,20% = R$ 22.400,00)
  3. Do resultado encontrado no item anterior, subtraia o valor da parcela à deduzir correspondente (R$ 22.400,00 – R$ 9.360,00) = R$13.040,00
  4. Divida o resultado entrado no item anterior pela receita bruta e multiplique por 100 (R$ 13.040,00 / R$ 200.000,00 = 0,0652 * 100 = 6,52%
  5. Aplique o percentual encontrado no item anterior sobre o faturamento do mês (R$ 45.000,00 x 6,52% = R$ 2.934,00).

Anexo IV – Serviços listados abaixo

LEI COMPLEMENTAR Nº 123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006

(Redação dada pela Lei Complementar nº 139, de 10 de novembro de 2011)

  • Construção de imóveis e obras de engenharia em geral, inclusive sob a forma de subempreitada, execução de projetos e serviços de paisagismo;
  • Decoração de interiores;
  • Serviço de vigilância, limpeza ou conservação;
  • Advocacia (a partir de 01/2015 através da Lei Complementar nº 147 de 2014).

Nota: Nessa hipótese não estará incluída no Simples Nacional a CPP (contribuição previdenciária patronal) prevista no inciso VI do caput do art. 13 desta Lei Complementar, devendo ela ser recolhida segundo a legislação prevista para os demais contribuintes ou responsáveis, em geral a contribuição previdenciária patronal é de 20% sobre a folha de pagamento + 5,8% ref. a outras entidades, devendo-se observar que existem atividades que foram inclusas na desoneração da folha de pagamento como é o caso da Construção Civil.

Tabela vigente à partir de 01/2018 conforme lei 155 de 2016.

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.000,004,5%0
De 180.000,01 a 360.000,009%R$ 8.100,00
De 360.000,01 a 720.000,0010,2%R$ 12.420,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0014%R$ 39.780,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0022%R$ 183.780,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0033%R$ 828.000,00

Como aplicar essa tabela ?

Verifique a receita bruta acumulada nos 12 últimos meses, aplique o % correspondente da tabela, sobre esse resultado subtraia a parcela a deduzir correspondente, sobre o resultado apurado multiplique por 100 e aplique sobre o faturamento do mês.

Exemplo prático de como aplicar a tabela do anexo IV

Dados aleatórios apenas para exemplificação:

Receita Bruta Total acumulada nos 12 meses anteriores: R$ 200.000,00

Faturamento do mês: R$ 45.000,00

Cálculo:

  1. Verificar em qual faixa de faturamento a empresa se encaixa (neste caso é a 2a. faixa)
  2. Aplique o % da faixa do 2 sobre a receita bruta (R$ 200.000,00 x 9% = R$ 18.000,00)
  3. Do resultado encontrado no item anterior, subtraia o valor da parcela à deduzir correspondente (R$ 18.000,00 – R$ 8.100,00) = R$9.900,00
  4. Divida o resultado entrado no item anterior pela receita bruta e multiplique por 100 (R$ 9.900,00 / R$ 200.000,00 = 0,0495 * 100 = 4,95%
  5. Aplique o percentual encontrado no item anterior sobre o faturamento do mês (R$ 45.000,00 x 4,95% = R$ 2.227,50).

Anexo V – Serviços

LEI COMPLEMENTAR Nº 123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006 – Artigo 18

Empresas que fornecem serviço de academia, elaboração de programas, licenciamento de softwares, laboratório de análises clínicas, auditoria, jornalismo, assessoria, consultoria, tecnologia, publicidade, projetos de engenharia, desenho industrial, design de interiores, medicina, odontologia, entre outros.

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.0000,0015,5%0
De 180.000,01 a 360.000,0018%R$ 4.500,00
De 360.000,01 a 720.000,0019,5%R$ 9.900,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0020,5%R$ 17.100,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0023%R$ 62.100,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0030,50%R$ 540.000,00

Como aplicar essa tabela ?

Verifique a receita bruta acumulada nos 12 últimos meses, aplique o % correspondente da tabela, sobre esse resultado subtraia a parcela a deduzir correspondente, sobre o resultado apurado multiplique por 100 e aplique sobre o faturamento do mês.

Exemplo prático de como aplicar a tabela do anexo IV

Dados aleatórios apenas para exemplificação:

Receita Bruta Total acumulada nos 12 meses anteriores: R$ 200.000,00

Faturamento do mês: R$ 45.000,00

Cálculo:

  1. Verificar em qual faixa de faturamento a empresa se encaixa (neste caso é a 2a. faixa)
  2. Aplique o % da faixa do 2 sobre a receita bruta (R$ 200.000,00 x 18% = R$ 36.000,00)
  3. Do resultado encontrado no item anterior, subtraia o valor da parcela à deduzir correspondente (R$36.000,00 – R$ 4.500) = R$ 31.500,00
  4. Divida o resultado entrado no item anterior pela receita bruta e multiplique por 100 (R$ 31.500,00 / R$ 200.000,00 = 0,1575 * 100 = 15,75%
  5. Aplique o percentual encontrado no item anterior sobre o faturamento do mês (R$ 45.000,00 x  15,75% = R$ 7.087,50).