Busque Negócios Relacionados as Suas Competências, Desejos e Motivações

//Busque Negócios Relacionados as Suas Competências, Desejos e Motivações

Como escolher um Negócio ?

Muitos empreendedores resolvem partir para o seu negócio próprio, mas nem sempre é fácil escolher qual é o ramo ideal para o sua personalidade. Em geral a maioria acaba optando em continuar na sua área de trabalho.

Por exemplo se a pessoa sempre trabalhou em um escritório de engenharia, a tendência é se formar na área e  depois abrir a sua própria construtora. Ou se a pessoa tem experiência na área de vendas, a tendência é abrir um comércio.

Estas tendências nem sempre são as melhores escolhas. Muitas vezes a pessoa trabalha em um escritório na área administrativa por exemplo, mas não é feliz, não se sente bem trabalhando horas a fio na frente de um computador ou não suporta ter que cumprir o horário comercial. Neste caso, pra que continuar a fazer o que não gosta ? Só porque é mais cômodo ? Só porque conhece aquele trabalho ?  NÃO !!

Se você está em uma área atuando como empregado e não se sente realizado com a atividade que realiza, não será diferente se passar a ser o dono.

Existem muitas pesquisas que apontam que empresários de sucesso são em geral pessoas que tem prazer no que fazem, desta forma é melhor pensar bem antes de sair abrindo uma empresa de qualquer maneira.

Muitas pessoas se prendem a títulos e a formação superior e não se dão conta de que estão cavando a sua infelicidade. Se você gosta muito de cozinhar, procure algo neste área, mesmo que você seja formado em Direito e não se sinta realizado, não se force a continuar em uma área apenas por uma questão de cobrança social, se permita ser livre, se permita ser feliz !!

Quando a experiência faz a diferença

Porém, é claro que existem casos que a experiência na área faz toda a diferença. Rubens Oliveira, sócio da empresa RR Motos, oficina especializada em motos, é um exemplo clássico, atuando na área desde muito cedo, trabalhou durante anos na manutenção de uma concessionária e depois partiu para o seu próprio negócio, sendo assim aproveitou toda a experiência adquirida ao longo dos anos e aplicou na prática, esse conhecimento foi crucial e deu coragem ao empreendedor a se tornar um grande empresário.

Mas precisamos, deixar claro que a experiência só funciona se a atividade for prazerosa, se a pessoa se identificar com a atividade, se a pessoa se sentir bem realizando aquela tarefa, experiência por si só não é suficiente.

Avalie se a sua ideia não é uma ilusão

Muitas pessoas têm ideias mirabolantes que não são viáveis na prática, levando a empresa a falência no 1o. ano de atividade. Por isso é importante estudar o mercado, analisar se a proposta de negócio não é uma ilusão. Justamente por isso muita gente acaba optando pelo modelo de franquia, mas mesmo neste modelo é necessário ter cautela porque atualmente exstem muitas franquias que não trazem uma marca muito bem consolidada.

 

Pesquise, Pesquise e Pesquise

Pesquise muito, consiga o máximo de informações, a internet é uma excelente ferramenta, então use esse recurso que está em suas mãos.

Muitos micro empreendedores, quando começam um negócio, não têm dinheiro para investir na realização de uma pesquisa de mercado, por isso se esse for o seu caso, pesquise por conta própria, estude, avalie o ponto comercial, o perfil do cliente, visite empresas do mesmo setor e tire as suas dúvidas, isso vai te ajudar a ter uma noção se o seu negócio pode ou não ser uma boa opção.

Artur Muradian, proprietário da filial Moema do restaurante La Pasta Gialla, sempre teve vontade de comandar sua própria empresa. Preparou-se durante três anos, até encontrar um negócio que fosse adequado às suas expectativas. “Eu queria trabalhar com gastronomia, mas tinha medo, pois abrir um restaurante no Brasil é muito arriscado”. O empresário então optou pelo modelo de franquia e, a partir daí, começou a fazer pesquisas de mercado para avaliar qual seria a oportunidade mais viável.

“Depois de estudar, de listar os prós e os contras, vi que comprar uma franquia do La Pasta Gialla poderia ser vantajoso, pois eu teria o nome de um chef famoso por trás do negócio, todo o amparo da franquia e a possibilidade de escolher um ponto comercial favorável. Perceber que o negócio era possível me fez fechar o negócio”. Hoje, o restaurante já tem quatro anos de vida e cresce 5% em faturamento a cada ano.

Katia Gomes – sócia da Kaed Contabilidade.

Clique para obter informações sobre ABERTURA DE EMPRESAS

Fonte:

http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI82779-17189-4,00-DICAS+PARA+VOCE+VENCER+O+MEDO+DE+MONTAR+UM+NEGOCIO+DE+SUCESSO.html

2018-06-19T21:29:24+00:00