Ligue já: (11) 2227-3440 / 2293-7774
Solicite seu Orçamento

A Loja do Bairro

//A Loja do Bairro

Hoje, eu e a minha irmã fomos a uma ótica , para ela escolher uma lente de contato ou um óculos, a Ótica fica em uma grande avenida, é uma loja de bairro.

Esta visita a Ótica, só fortaleceu o meu pensamento sobre a importância da qualidade no atendimento e também do visual de uma empresa.
O problema começou antes de entrarmos na loja… não encontramos vaga para estacionar, a loja não tinha estacionamento e nas redondezas era impossível conseguir uma vaga, fomos obrigadas a deixar o carro em um estacionamento e andar alguns metros, embaixo de um sol escaldante e calçadas esburacadas.
Ao entrarmos na loja nos deparamos com uma decoração pobre, sem graça, cadeiras desconfortáveis e um atendimento medíocre, a funcionária da loja até tentou nos atender, mas faltava a ela treinamento, uniforme, mostruário, enfim, ela foi “largada” pelo dono da loja, com a difícil tarefa de encantar os clientes e vender os produtos, porém para que alguém possa “encantar” um cliente, é necessário em primeiro lugar que esse alguém acredite no produto que está vendendo, é impossível imaginar que uma funcionária sem paixão, sem técnica e sem respaldo empresarial consiga esta proeza.

Além de todos estes pontos negativos, veio a gota d´agua, os preços eram mais caros dos que preços encontrados em uma grande a loja do Shopping, que oferece estacionamento, é verdade que ele é pago, mas com certeza é muito mais confortável , além do estacionamento o Shopping oferece uma loja bonita, com ar condicionado, com poltronas super confortáveis onde os clientes podem provar diversos modelos de óculos e os funcionários são simpáticos, animados, enfim interessados em vender.

Então, meus amigos, temos que prestar atenção se a nossa empresa se parece com a ótica do bairro ou com a ótica do Shopping, nós empresários, precisamos ser auto-críticos e saber analisar friamente a nossa empresa, para isso basta responder uma simples pergunta:
Se você fosse um cliente, você compraria o produto da sua empresa, ou do seu concorrente?

Vamos pensar!

Katia Aparecida Gomes

2017-08-29T16:40:09+00:00